quando-menos-é-mais

Quando menos é mais? Desapegar pode ser uma terapia!

Você costuma dizer: “ Não tenho tempo de organizar minhas coisas!!!”

Sinto dizer, mas o tempo é igual para todo mundo, temos todos os dias 86.400 segundos, por isso cabe a nós decidir o que fazer deste tempo e como.

Muitas vezes nos sabotamos, criamos desculpas para ficar adiando as tarefas, que no fundo, bem no fundo, não queremos fazer.

Diz o ditado: “Quem não quer fazer, arruma uma desculpa. Quem quer fazer, arruma um jeito”.

Começar pode ser difícil, mas depois que você pegar o ritmo, vai fluir que só vendo.

desapegar-pode-ser-uma-terapia

 

Quanto mais coisas você tem, mais vai ter coisas para cuidar, é isso mesmo que você quer? Ficar cuidando de roupa que nem te serve? Cuidar de bibelôs que você guarda naquela caixa no fundo do armário, mas que tem que arejar de vez em quando?

Depois você não sabe porque não tem tempo de se organizar!!!

Em alguns casos, menos é mais. Menos coisas, mais tempo para você.

Veja o que você não usa há muito tempo e desapegue. Abra espaço para suas novas roupas, novos objetos, novas possibilidades...

Encontre uma motivação que torne a tarefa mais fácil pra você, como praticar a caridade, por exemplo. Pense que o seu desapego pode fazer a felicidade de outra pessoa!

quando-menos-e-mais

 

Alguns objetos e roupas podem ter valor emocional, ter história, para outros pode não ter valor algum e podem até dizer que é tranqueira, mas se pra você é importante, guarde. Mas com limites. Determine um espaço pra isso, e não ultrapasse esse espaço por nada, seja firme.

Dicas para o desapego:

1.Tem coisas que você só quer a lembrança, não o objeto em si, então tire uma foto, faça um álbum de tudo o que você vai desapegar. Quando der saudade, é só ver as fotos.

2.Comprou uma calça, dê outra embora. Um vaso novo? Doa o outro. Não quer doar, não compre. Assim, você se obriga a manter seus limites.

3.Você pode vender suas coisas na internet, tem vários sites pra isso, também é uma forma de desapegar, e você ainda ganha um dinheirinho.

4.Faça disso uma terapia, curta cada momento do desapego, sem drama. São apenas “coisas”, sua família é mais importante, você é mais importante!

5.Tenha foco, concentração e vontade. Se você quiser mesmo, você consegue. 

desapegar-pode-ser-uma-terapia